FC

"Há cerca de 2 anos, tinha passado por múltiplas tentativas falhadas de engravidar, tomas diárias de mediamentos, análises, exames muitos dos quais dolorosos, tratamentos de infertilidade, uma gravidez bioquímica e um aborto às 8 semanas (resumindo de forma muito célere…). Tinha-me perdido numa busca constante por engravidar… A infertilidade é uma condição médica muito pessoal, as pessoas não passam pela situação e não compreendem, para qualquer comum dos mortais, relação sexual desprotegida é sinónimo de gravidez, para quem passa por tantos anos de tentativas e tratamentos de infertilidade, fazer amor e conceber um filho não se relacionam em nada entre si… Na verdade poucas pessoas sabiam da minha condição, ainda assim ouvia aqui e acolá, coisas que só me magoavam. Até podiam ser dizeres bem-intencionados, como “quando mandam vir um filho?”, ou “já está na altura de serem pais”… no entanto estes comentários tão típicos, só avivavam a dor que sentia. É um turbilhão de emoções tão difícil de gerir…. Nessa altura a infertilidade tinha-se penetrado em todas as facetas da minha vida. Cheguei a um ponto de desespero tal, que olhava ao espelho e não me reconhecia… Por aconselhamento e insistência do meu marido, pedi ajuda! Nesse momento, conheci a PsicoFértil, na pessoa de Dra. Ana Magina da Silva. Comecei a ir às sessões e cada vez a sentir-me melhor. Compreendi que muito do que sentia, das questões e dúvidas que tinha, tinha que as questionar com o “para quê” e não um “porquê”. Não me podia debater com a vida, com aquilo que não dependia de mim, não podia viver numa luta constante comigo própria quando minimiza as minhas conquistas e maximizava as minhas derrotas. Aprendi a assumir a infertilidade duma forma natural, a assumir que não consigo ter filhos. Que não existem culpados. Que as coisas não acontecem só porque quero muito. Aprendi a agradecer o que a vida me dá, a querer sempre mais e melhor, mas a aceitar quando as coisas não correm tão bem. Dou o melhor de mim todos os dias, em todas as ações, até nas mais rotineiras. Resgatei-me e (re)conquistei-me. Na PsicoFértil, aprendi mecanismos para viver melhor. A manter o foco em mim e nos meus objetivos. E muito embora, uma gravidez nunca tenha acontecido, hoje em dia já encaro isso duma forma natural e talvez haja mesmo “razões que a própria razão desconhece”. Mais do que uma excelente Psicóloga, a Dra. Ana é um excelente ser humano, que sempre me apoiou, orientou e me ouviu, mesmo quando os meus gritos eram inaudíveis… Vou agradecer-lhe por toda uma vida. Um bem Haja à Dra. Ana Magina da Silva! E um agradecimento muito especial e pessoal, por ter conseguido que eu voltasse “rodar a saia” como quando era criança."

FC

PsicoFértil
5.0
2017-05-26T11:12:43+00:00

FC

"Há cerca de 2 anos, tinha passado por múltiplas tentativas falhadas de engravidar, tomas diárias de mediamentos, análises, exames muitos dos quais dolorosos, tratamentos de infertilidade, uma gravidez bioquímica e um aborto às 8 semanas (resumindo de forma muito célere…). Tinha-me perdido numa busca constante por engravidar… A infertilidade é uma condição médica muito pessoal, as pessoas não passam pela situação...
2017-07-07T10:07:54+00:00