A PSICOLOGIA DA INFERTILIDADE – EM QUE PODEMOS AJUDAR?

Home/Uncategorized/A PSICOLOGIA DA INFERTILIDADE – EM QUE PODEMOS AJUDAR?

A PSICOLOGIA DA INFERTILIDADE – EM QUE PODEMOS AJUDAR?

A Psicologia da Infertilidade admite a possibilidade de existirem certos factores psicológicos implicados na capacidade reprodutiva

 

A Psicologia da Infertilidade

A Psicologia de Infertilidade tem sido abordada ao longo dos últimos anos num contexto psico-bio-socio cultural numa articulação multidisciplinar para dar resposta às necessidades parentais de uma maternidade cada vez mais adiada.

A Psicologia de Infertilidade admite a possibilidade de existirem certos factores psicológicos implicados na capacidade reprodutiva, entre os quais se destaca particular importância para Ansiedade, Stress e Depressão, sendo que os mesmo poderão ser preponderantes quanto ao equilíbrio da satisfação de necessidades físicas e psíquicas e sua imunidade face ao restabelecimento e regulação do próprio organismo.

 

De que forma podemos ajudar?

Algumas das vezes por aspectos e razões que se prendem com questões económicas, realizações profissionais e conquistas pessoais os casais têm vindo a protelar a sua reserva acerca da sua Fertilidade.

A PsicoFértil propõe de facto ajudar o casal a tomar consciência desse desejo e motivação temporal e escutar activamente o mesmo face às suas dificuldades, opções de vida e culpabilização quanto à sua consciente participação em terem adiado este projecto de vida a dois e perante a sua “impossibilidade” em terem filhos no momento presente.

Na Psicologia da Infertilidade tanto a escuta psicoterapêutica como o papel que o psicólogo desenvolve com o casal é importante na redução da intensidade de sintomas emocionais numa perspectiva integradora face ao acompanhamento multidisciplinar.

A PsicoFértil não só procura estar orientada para uma abordagem breve ou pontual como também possibilita através da sua intervenção diferenciada avaliar junto do casal, não só a motivação e expectativas do mesmo como também todos os pensamentos e emoções que se encontram implicadas na vivência da sua infertilidade, possibilitando ao mesmo tempo desbloquear situações, contextos, crenças onde a presença da culpa, ansiedade e frustração se fazem sentir presentes no dia-a-dia do casal.

Sendo que um dos objectivos propostos pela PsicoFértil é o de ajudar o casal a desenvolver estratégias que lhes permitam gerir o stress e seu impacto negativo, restabelecendo o equilíbrio emocional.

Através da investigação na área da Psicologia da Infertilidade, conseguimos perceber que certos aspectos psíquicos constituem por si só, um forte potencial para canalizarem sentimentos que comprometem a regulação do Sistema Neuroendócrino e consequentemente a parte imunológica (defesas) do organismo.

Acreditamos por isso que uma atitude positiva pode facilitar a gravidez, sendo nosso maior objectivo que todos os casais se sintam mais apoiados, compreendidos e confiantes face à sua relação com a vivência da sua infertilidade, adquirindo maior controlo emocional, gratificando o restabelecimento do Sistema reprodutor, alcançando gradualmente as suas possibilidades de uma gravidez tão desejada.

2017-08-14T09:49:41+00:00