Consciência Corporal

A maioria das pessoas está mais consciente das condições do tempo, da hora, do tempo, do seu saldo bancário do que da tensão do seu próprio corpo.

A consciência corporal é o primeiro passo para reconhecer e reduzir o stress.

Vários estudos têm vindo a demonstrar a interacção existente entre o corpo e os estados emocionais.

Duas terapias modernas concentram-se no corpo e na sua relação com o stress emocional vivenciado pelas pessoas, designadamente: Terapia da Gestalt e Terapia Bioenergética.

Ambas actuam simultaneamente sobre a relação mente–corpo enfatizando a noção de que o corpo regista o stress muito antes da mente consciente.

A tensão muscular é a forma encontrada pelo corpo para informar o indivíduo, que este se encontra sob stress.

Quando o stress é eliminado, a tensão também tende a desaparecer. A tensão muscular crónica ocorre em pessoas com determinadas atitudes, que tendem a tencionar certos grupos musculares do seu corpo.

Um exemplo:

Quando uma mulher não quer deixar transparecer a sua raiva, provavelmente sentirá tensão e dores crónicas no pescoço e costas, ou um homem muito ansioso quanto ao futuro poderá desenvolver problemas gastrointestinais crónicos com maior facilidade.

Pois essa tensão muscular crónica irá dificultar a digestão, limita a auto-expressão e diminui a energia. Cada músculo contraído limita e bloqueia o movimento.

Alguns autores, defendem mesmo que seria necessário o indivíduo estar atento à sua consciência corporal (interna e externa), ajudando na diminuição de sinais e sintomas musculares crónicos com a finalidade de separar o mundo externo da reacção do nosso corpo.

Sendo que a consciência corporal externa inclui todos os estímulos do mundo exterior, através dos cinco sentidos, a consciência interna focaliza-se em qualquer sensação física, sentimento, emoção, conforto ou desconforto, dentro do próprio corpo.

No entanto grande parte da tensão corporal não é sentida, uma vez que a maior parte de consciência se encontra direccionada para o mundo exterior, acabando por camuflar a consciência corporal interna.

Assim devemos ter em atenção a distinção que fazemos entre o mundo interno e o externo para assim ser possível reduzir os níveis de stress absorvidos e vivenciados pelo nosso corpo.

2017-07-07T12:39:37+00:00